Redes Sociais

twitterfacebookgoogle pluslinkedinrss feedemail

domingo, 26 de maio de 2019

MUNDO, Dentista ilustra receita médica para paciente analfabeta que errava remédios


A receita e o dentista - Foto: reprodução / Instagram 
A receita e o dentista - Foto: reprodução / Instagram
 
Um dentista conseguiu ajudar uma paciente analfabeta com criatividade, atenção e atendimento humanizado.
Quando percebeu que a pressão arterial da mulher, de quase 60 anos, não baixava porque ela estava tomando de forma errada os remédios receitados pelo médico, Ricardo Cayres decidiu ilustrar uma receita para ajudar dona Cris.
“Descobri que era porque ela não era alfabetizada e não entendia como seguir a receita do médico. Então, resolvi fazer esse desenho pra que ela entendesse.”, disse Ricardo Cayres em entrevista ao SóNotíciaBoa.
Usando imagens da embalagem, de comprimidos, do sol e da lua, a receita ilustrada explica didaticamente quantos comprimidos dona Cris deve tomar cada remédio, durante o dia e à noite.
O dentista disse como fez: “Tirei foto das embalagens, peguei imagens do Google e segui a receita! Montei na mesma hora, imprimi, e a fiz entender, repetir, garantir que de fato ela entendeu, e só então ela foi liberada”.
O caso aconteceu na semana passada em Salvador, na Bahia, onde atende o cirurgião dentista, de 29 anos.
Extração
Dona Cris ia fazer uma extração de dente, mas como a pressão arterial estava alta, mesmo tomando medicação, o dentista desconfiou que algo estava errado e recomendou que a paciente procurasse o médico.
“Dias depois, ao retornar ao consultório Odontológico, ela trouxe algumas embalagens de 2 tipos diferentes de remédio para pressão, prescrita pelo médico do posto de saúde. Porém, quando fui aferir novamente a sua pressão, ainda estava elevada”.

Foi quando o dentista percebeu que ela não estava tomando os remédios da forma correta prescrita pelo médico porque não era alfabetizada e não estava entendendo como tomar os remédios.
“Lembrei dessa informação que ela me deu na nossa primeira consulta, quando ela não assinou o prontuário por não saber escrever”, disse o dentista.
Por isso, diz Ricardo Cayres, “ela não sabia qual dos remédios tomar e nem os horários corretos, apesar de estar tudo escrito na receita”.

Agora ele espera ela retornar para continuarmos os procedimentos.
“O profissional de saúde que busca a excelência no atendimento, não é aquele que investe apenas em certificados e diplomas na parede – apesar de ser muito importante investir nisso – mas sim aquele que busca entender o seu paciente. Mas entender de verdade. Que enxerga o ser humano à sua frente, com seus medos, anseios e limitações. Que se dispõe a cuidar dele, da sua saúde, da sua vida! Que busca, sobretudo, ser humanizado!”, concluiu o dentista.

Fonte: sonoticiaboa

0 comentários:

Postar um comentário

Deixe abaixo o seu comentário sobre esse artigo.

Seguidores

 

Arquivo