Redes Sociais

twitterfacebookgoogle pluslinkedinrss feedemail

sábado, 3 de dezembro de 2011

Ônibus que levava trabalhadores na BA rodava com liminar do DF

A Polícia Rodoviária Federal (PRF) afirma que o ônibus envolvido em acidente na Bahia neste sábado (3) não tinha autorização da Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT) e circulava mediante uma liminar expedida pela Justiça de Brasília. O veículo se envolveu em acidente com uma carreta e um caminhão na BR-116, perto da cidade de Milagres.
Um balanço do Hospital Prado Valadares, de Jequié, divulgado às 14h30, informou que 33 pessoas morreram e 13 ficaram feridas, sendo três em estado gravíssimo. Mais cedo, a PRF havia confirmado a morte de 36 pessoas e divulgado que 11 tinham sido levadas para hospitais. O atendimento aos feridos está concentrado em Jequié. A PRF chegou a anunciar que haveria uma coletiva de imprensa para dar detalhes sobre o acidente, mas o encontro não aconteceu.
Segundo o encarregado pela fiscalização dos transportes coletivos na PRF da Bahia, inspetor Ruvenal Farias, o ônibus pertence a uma pessoa física que fez o contrato de arrendamento de veículo para transporte coletivo junto à empresa TCB. Ainda de acordo com o inspetor, o ônibus não está habilitado na ANTT, órgão regulador do transporte coletivo no país. No entanto, ainda segundo as informações da polícia, o veículo rodava com uma liminar expedida por uma juíza de Brasília. O ônibus tinha placa da cidade de Santo André, em São Paulo.
Em Mato Grosso do Sul, onde há uma empresa registrada com o nome TCB, a proprietária negou no fim da tarde deste sábado envolvimento no transporte dos trabalhadores. Procurada pelo G1 nesta manhã, Amazil Vieira Batista informou que há 16 anos, a TCB vendeu um ônibus para uma empresa na Bahia e a venda foi feita através do cunhado dela, que trabalha em Vitória da Conquista. A proprietária afirmou que não sabe o nome da empresa que comprou o ônibus. A Agência de Turismo TCB fica em Corumbá, distante 444 quilômetros de Campo Grande.

Feridos
O motorista da carreta que pode ter causado o acidente, segundo levantamento preliminar da PRF, sobreviveu e está internado no Hospital Prado Valadares, em Jequié. De acordo com a unidade hospitalar, ele está consciente e permanecerá em observação no hospital. O motorista do ônibus que transportava os trabalhadores morreu no local do acidente. Já o condutor do caminhão saiu ileso. A polícia não divulgou quando as testemunhas serão ouvidas.
O último boletim divulgado pelo Hospital Prado Valadares aponta que o acidente deixou 33 mortos. Foram levados 23 corpos para o Instituto Médico Legal (IML) de Vitória da Conquista e os outros 10 foram para a unidade de Jequié.
Outras 13 vítimas permanecem no hospital Prado Valadares. Destas, três estão em estado considerado gravíssimo e uma está com suspeita de morte encefálica, de acordo com a direção do hospital. Inicialmente, 15 vítimas deram entrada no hospital, mas duas não resistiram aos ferimentos e morreram na unidade médica.

Ônibus que levava trabalhadores na BA rodava com liminar do DF, diz PRF (Foto: Imagem/ TV Bahia)Carga dos veículos ficou espalhada na rodovia
(Foto: Imagem/ TV Bahia)
 
Acidente
                           A colisão envolveu o ônibus, que transportava trabalhadores do corte de cana, um caminhão e uma carreta. Os trabalhadores seguiam da cidade de Jateí, em Mato Grosso do Sul, para PEDRA E BUIQUE, no Agreste de Pernambuco.
O acidente aconteceu no km 583 da BR-116, região conhecida como "Serra do 100". De acordo com as informações da PRF de Milagres, o local é uma ladeira. No trecho, a estrada é composta por três pistas, duas utilizadas para subida e uma usada para descida.
De acordo com a polícia, o ônibus com os trabalhadores fazia uma ultrapassagem permitida nas duas vias de subida no momento em que a carreta descia a estrada no sentido contrário.
A colisão ocorreu em um trecho logo após uma curva. O motorista da carreta teria perdido o controle e o semi-reboque que ela transportava teria invadido a pista contrária, atingindo o ônibus e jogando-o para fora da pista. O caminhão, por sua vez, foi atingido pelo ônibus.


fonte: g1.globo.com

0 comentários:

Postar um comentário

Deixe abaixo o seu comentário sobre esse artigo.

Seguidores

 

Arquivo