Redes Sociais

twitterfacebookgoogle pluslinkedinrss feedemail

sexta-feira, 9 de setembro de 2011

Eduardo inaugura hospital em Arcoverde


Quatorze cidades do Sertão do Moxotó pernambucano passaram a contar com uma nova unidade médica pública especializada em vítimas de Acidente Vascular Cerebral (AVC) e acidentes de motos. Nesta quinta-feira (08), o governador Eduardo Campos inaugurou o Centro de Reabilitação Mens Sana, da Fundação Terra, entidade ligada à Igreja e situada em Arcoverde, a 253,1 km da capital.

O Mens Sana receberá inicialmente R$ 50 mil mensais do Governo do Estado para a sua manutenção. Em seis meses, quando todos os serviços já estiverem normalizados, a estimativa é que o Estado dobre os recursos e passe a prover integralmente os gastos com o custeio do centro. “O Estado vai dar o exemplo financiando mais de 50% do centro e vamos convocar as prefeituras beneficiadas a ajudarem a manter essa unidade de saúde tão importante”, disse Eduardo, durante a inauguração.

Todos os atendimentos serão conveniados pelo Sistema Único de Saúde (SUS) visando beneficiar a população de baixa renda de Arcoverde e dos outros 13 municípios circunvizinhos. Igual parceria entre Estado e entidade católica acontece na cidade de Pesqueira, que antes recebia sozinha toda a demanda de pacientes com sequelas motoras. 

Uma missa de ação de graças foi celebrada em comemoração aos 27 anos da Fundação Terra e a entrega do centro à população. Acompanhado da deputada Ana Arraes, do secretário de Saúde, Antônio Carlos Figueira, e da primeira-dama, Renata Campos, Eduardo assistiu a cerimônia religiosa. Logo depois, visitou as instalações do centro médico.

Erguido numa área de 835 m2 e estruturado para atender uma média de 60 pessoas/dia, o centro dispõe de equipe médica nas áreas de fisioterapia, fonoaudiologia, psicologia e terapia ocupacional. O prédio é dividido em dois pisos mais um ginásio terapêutico. No térreo estão os serviços de fisioterapia e reabilitação dos acidentados com seqüelas motoras e neurológicas, entre outras paralisias. Já no primeiro andar funciona o posto de saúde onde são realizados atendimentos ambulatoriais, vacinação e consultas odontológicas. 

A dona de casa Maria de Lourdes Waldevino, 56, sofre com problemas de trauma ortopédicos há mais de oito anos. Ela realizava tratamento em uma clínica particular pago com a ajuda de parente e amigos. “Mesmo pagando caro a clínica não tem a estrutura que preciso para me tratar. Dificilmente consigo marcar as consultas e nem fazer os procedimentos necessários para obter resultados na fisioterapia, por exemplo. No Mens Sana tem equipamentos modernos e já estou encaminhada para ser atendida de graça”, comemorou.

fonte: túlio

0 comentários:

Postar um comentário

Deixe abaixo o seu comentário sobre esse artigo.

Seguidores

 

Arquivo